Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘cidade’

Dica de filme: Medianeras, de Gustavo Taretto.

Medianeras, em espanhol, quer dizer fachada cega ou empena. O filme tem uma introdução muito legal descrevendo como as laterais cegas da cidade, de Buenos Aires no caso, são “desimportantes” e tratadas desta forma.

O filme tem uma fotografia linda!  Conta a história de Martin e Mariana que moram a menos de uma quadra de distância, separados por empenas cegas de seus edificios, se cruzam com frequencia pelas ruas, mas nunca se encontram. Vale a pena assistir!

Anúncios

Read Full Post »

Achei bárbara a solução para a numeração deste edifício em Londres:

Além do texto escrito, tem  a complementação com bolinhas que não deixa dúvidas se você está no lugar certo! Além de colorir e criar quase um logotipo para o prédio.

Dai, resolvi dar um google no assunto e achei esta outra solução bem legal!

Aqui em Porto Alegre tem este que é muito bonito também!! Na calçada, em tamanho grande e em vermelho!

Read Full Post »

Hoje foi inaugurado o Memorial do 11 de setembro em Nova Iorque, faz 10 anos que as torres gêmeas  – marco arquitetônico da cidade – vieram abaixo devido ao ataque terrorista.

No lugar das torres foi pensado um memorial em homenagem às pessoas que morream neste dia. O arquiteto Michael Arad pensou em fazer piscinas e espelhos d´água, pois nos dias seguintes ao atentado foi ao redor de um chafariz que ele se solidarizou com outras pessoas.  A ideia é relativamente simples e talvez por isto, na minha opinião, seja tão bonita.

Os chafarizes são quadrados, na exata posição da torre norte e da torre sul e são um negativo do que  exisitu ali.  Há quem interprete a água como lágrimas que nunca cessarão, mas a água corrente, o barulho constante e suave (será?) podem ser relaxantes. O parapeito das piscinas tem o nome das vítimas gravados.

 skyline em 2001 e  skyline projetado para 2016

Read Full Post »

Inspirada por este  post , com aquela vista linda de NY, me lembrei do que a minha mãe sempre buscava quando procurava uma casa nova: boa orientação solar e uma vista bonita (além de outros muitos predicados).  Lembrei também do filme “uma janela para o amor”, da história não recordo muito, mas os cenários e o título original “ a room with a view”, sim!

   – A Signora não podia fazer uma coisa destas – disse Miss Bartlett – de maneira nenhuma. Tinha-nos prometido quartos para o sul com vista, e juntos. E em vez disso estamos em quartos para o norte, isto são quartos para o norte, dão para um pátio e estão muito separados. (…) É como se estivéssemos em Londres. Olhou para as duas filas de ingleses sentados à mesa, para a fila de garrafas de água e de vinho tinto que corriam entre eles, para os retratos da falecida Rainha e do falecido Poeta Laureado pendurados atrás, com pesadas molduras(…) Charlotte, não tens também a sensação de que podíamos muito bem estar em Londres?

Edward Morgan Forster, A Room with a View, 1908

Como é importante a gente ter para onde olhar numa casa ou no trabalho, não acham?

Aqui já mostramos algumas vistas de uma casa projetada pela Quadrilha, certamente este cliente escolheu muito bem a localização da sua casa.

Hoje queremos  a visão do horizonte, da cidade toda, do mar…

casa com vista para o mar

casa com vista para o mar

 

Com chuva ou com sol é sempre bom ter  um quarto (ou sala, cozinha, banheiro..) com vista, não acham?

Read Full Post »

Li na Folha de São Paulo (23 de abril de 2011) que algumas casas de luxo estão trocando paredes e muros de concreto por vidro, a fim de se integrar com o grande parque do Ibirapuera em São Paulo.

São casas na avenida República do Libano que tem seus fundos voltados para o parque e resolveram aproveitar isto!

A pioneira foi a agência  de publicidade f/Nazca, com projeto do arquiteto Isay Weinfield, e agora as residências vizinhas estão aderindo ao jardim do parque.

Alguns usuários do parque acharam que parece o Big Brother, mas para quem está nas casas esta integração é muito legal e em caso de falta de privacidade… se fecha a cortina!

Read Full Post »

Passeando pelo Designboom, vi esta estante de livros dentro de uma cabine telefônica!! O que me lembrou daqueles pontos de ônibus aqui de Porto Alegre…

A idéia de usar um local público para um bem coletivo gratuito me deixa muito contente… não posso afirmar que funciona, se as pessoas de fato leem e aproveitam uma oportunidade como esta, mas só tentando para saber, não é?

Segue abaixo a experiência de James Econs, um consultor de mídia, na Inglaterra que teve a ideia e a botou em prática.

livros1

Read Full Post »

A Quadrilha fez o anteprojeto da Rodoviária de Pinhal, no litoral gaúcho.
O Balneário de Pinhal é bem movimentado no verão e, como a maioria das cidades do nosso litoral, este movimento diminui muito ao longo do ano.  Nós fomos contratadas com o intuito de adequar o terminal às normas do DAERR e claro, melhorar o ambiente que abriga alguns restaurantes, sanitários e também o espaço da venda de passagens.

Criamos uma praça central com lojas ao redor – o projeto ocupa todo o terreno – tem um restaurante, como uma “loja âncora”, além de estacionamento para veiculos de passeio.

O terreno é de esquina e muitos pedestres cortavam caminho entre o estacionamento dos ônibus e a parte de trás das lojas. Com a ocupação perférica, o público terá atrações voltadas tanto para a rua quanto para  a praça, além de circular por um ambiente divertido, com atrações e não uma simples passagem.

Abaixo temos a maquete eletrônica da futura rodoviária.

Read Full Post »

Older Posts »